Siga-nos

Perfil

Expresso

Portugal 2009

Ferreira Leite acusada de usar carros oficiais

O PND/Madeira acusou a líder do PSD de se deslocar em carros do Estado numa acção de campanha eleitoral no arquipélago, mas mandatário regional do partido nega. Clique para visitar o dossiê Portugal 2009.

O dirigente do PND/Madeira acusou a líder do PSD, Manuela Ferreira Leite, de se juntar às práticas de Alberto João Jardim e deslocar-se em carros oficiais e participar em inaugurações em tempo de campanha eleitoral.

Clique para aceder ao índice do Dossiê Portugal 2009

No entanto, em declarações à Agência Lusa, o mandatário regional do PSD Miguel Sousa garantiu que Ferreira Leite se deslocou sempre em carros particulares.

O dirigente do PND/Madeira Baltasar Aguiar falava na Tábua, à margem da cerimónia de homenagem ao mais antigo autarca do país, António dos Ramos, conhecido como o "Regedor", que governa a localidade há mais de 60 anos, que contou com a presença da líder nacional do PSD.

"É muito grave que a líder do PSD se junte ao dr. Alberto João Jardim neste tipo de práticas, sufragando este tipo de condutas", declarou o dirigente madeirense da Nova Democracia.

Sustentou que, "se acontecesse no continente, com o Governo do engenheiro Sócrates, aquilo que aconteceu e acontece nas eleições da Madeira, com o Governo de Jardim, o senhor Presidente da República imediatamente suspenderia as eleições e haveria uma verdadeira convulsão nacional".

Argumentou que "nenhum partido democrático aceitaria disputar nestas condições de desigualdade e parcialidade".

Por seu turno, em declarações à agência Lusa, Miguel Sousa, o mandatário da candidatura do PSD, rejeitou as criticas, garantindo que a líder nacional nesta sua primeira visita à Madeira se deslocou sempre em carros particulares.

"Desconheço a critica e só posso ligá-la à miséria da vida política que é nacional e de uma parte da regional ligada a alguma comunicação social, dado que toda gente viu que a presidente do PSD chegou no meu carro, aqui à Tábua e de manhã do hotel até o local onde começava à arruada foi num carro igual, também particular", declarou.

A Agência Lusa constatou que a líder do PSD se deslocou nas acções de campanha na Madeira sempre em carro particular, à excepção de um percurso de cerca de 500 metros, depois de reunir com o presidente do Governo Regional Alberto João Jardim, que lhe deu 'boleia' da Quinta Vigia - sede do Governo - no carro em que se desloca habitualmente para o restaurante onde teve um almoço privado com dirigentes do PSD.

Questionada pela Lusa, Manuela Ferreira Leite escusou-se a comentar a acusação do PND.